Os recrutadores que receberão seu currículo estão em busca do candidato que melhor se encaixe naquela vaga. Em um processo seletivo esses profissionais recebem centenas, até mesmo milhares de currículos. Cometer erros no seu currículo é mais fácil do que parece. No entanto, é extremamente difícil reparar os danos uma vez que o currículo já foi enviado. Então, prestar atenção nos detalhes é indispensável, especialmente para quem nunca escreveu um currículo antes. Abaixo estão alguns dos problemas mais comuns e como evitá-los.

A primeira fase deste processo é a triagem. Nela, os selecionadores, em poucos minutos, decidem quais candidatos devem ser selecionados para a próxima fase e quais currículos serão descartados. Se você quer aumentar suas chances, siga as dicas abaixo, evitando diversos erros comuns:

1) Um Currículo para todas as vagas de emprego

Ao fazer um currículo geral para qualquer tipo de emprego, há uma grande chance do seu currículo ir parar no lixo. As empresas querem que o candidato escreva um currículo específico para a vaga desejada. Os empregadores querem saber como e porque o candidato se encaixa numa determinada posição.

2) Não importa se você é parece artista de cinema. FOTO apenas quando solicitado.

Ainda que você se pareça com o Reynaldo Gianecchini ou com a Gisele Bundchen, não coloque sua foto em seu CV – isto é completamente desnecessário. As exceções a esta regra são curriculuns de candidatos a vagas de modelo ou cuja beleza física esteja diretamente associada a atividade a ser exercida.

3) Seus problemas são seus, e não da empresa. Empresa não é instituição de caridade.

Embora sua história de vida ou situação atual possam ser de grande interesse para um seriado televisivo, você deve chamar a atenção do selecionador por suas capacidades profissionais. Evite escrever no curriculum vitae coisas do tipo “Por favor, preciso desse emprego para sustentar meus filhos doentes” ou ainda “Tenho muita vontade de trabalhar nessa empresa, até de graça”.

4) Se o CURRICULUM VITAE  for enviado em papel, use somente o BRANCO.

Infelizmente algumas pessoas acreditam que devem chamar a atenção pelo excesso. Enviar seu curriculum vitae impresso em papel de cores “espalhafatosas” é certeza de chamar a atenção… dentre os inúmeros currículos amassados e arremessados na lata de lixo. Nada de correções utilizando caneta. A apresentação do curriculum é tão importante quanto seu conteúdo. Caso encontre algum erro, nunca utilize corretivo ou escreva de caneta esferográfica no mesmo. Imprima uma nova cópia. Não utilize XEROX. Imprima seu curriculum sempre em formato A4, utilizando uma impressora e papéis de boa qualidade (gramatura 90g/m2).

5) Evite fonte rebuscadas

Jamais utilize fontes como Comic Sans ou outras do gênero para chamar a atenção. Boas escolhas são Calibri, Verdana, Georgia ou Arial, fontes elegantes e formais.

6) Não minta JAMAIS

Não seja traído pelo seu currículo durante a entrevista. Um exemplo clássico é o relacionado a idiomas. O candidato declara ter nível fluente de inglês e, no meio da entrevista, o selecionador, sem qualquer introdução, começa a falar nesta língua. O candidato baixa a cabeça e pronuncia alguma desculpa qualquer. Resultado: MAIS UM ELIMINADO.

7) Erros tipográficos e gramaticais – “Menas”, “seje”, “emcima” – ATENÇÃO !

Seu currículo tem que estar gramaticalmente bem escrito. Se houver erros, os empregadores não vão conseguir entender o que está escrito e vão tirar conclusões como: “Esse candidato não sabe escrever bem”, ou “esse profissional parece não ter interesse no cargo”. Sempre é válido frisar: muito cuidado com o português. Após redigir seu curriculum no computador, utilize o corretor ortográfico do seu editor. Leia e releia seu texto. Peça sempre algum conhecido de confiança para revisar seu documento antes de enviá-lo para as empresas.

8 ) No currículo, coloque somente o necessário para que o entrevistador conheça o seu perfil profissional e pessoal.

Ninguém quer saber se você é um excelente atacante de futebol do clube do seu bairro nem que fez um curso sobre como preparar comida chinesa. Muitas pessoas costumam colocar uma série de informações desnecessárias para dar “volume” de seu curriculum vitae. Evite ao máximo utilizar para não atrapalhar sua entrevista e desviar a atenção do recrutador do que realmente importa no seu perfil.

9) Falta de informação específica

Os empregadores precisam saber o que candidato já fez e conseguiu profissionalmente. Por exemplo:

• Trabalhei com os funcionários num restaurante.

• Recrutei, contratei, formei e supervisei mais de 20 funcionários em um restaurante que contava com vendas anuais de $2 milhões.

As duas frases acima poderiam descrever o mesmo candidato, mas é lógico que os detalhes e dados específicos da segunda frase chamam mais a atenção do empregador.

10) Número de conta bancária, título de eleitor, MSN, identidade ficam de FORA.

Preencha o curriculum vitae apenas com informações ESSENCIAIS. Lembre-se: os selecionadores NÃO TÊM TEMPO A PERDER.

11) Priorizar Responsabilidades ao invés de Realizações

É fácil começar a listar as responsabilidades profissionais no seu currículo, como:

• Atualizei os arquivos do departamento.

No entanto, as empresas não se importam tanto com as suas responsabilidades, mas sim com as suas conquistas profissionais. Então, é melhor incluir afirmações como essas:

• Reorganizei arquivos acumulados por um período de 10 anos, facilitando o acesso para os funcionários do departamento.

11) Preocupação com o número de páginas

Apesar do que você pode ter ouvido ou lido, não existem regras fixas para a extensão do currículo. Por quê? Porque os indivíduos têm preferências e expectativas diversas no que se refere a currículo.

Não quer dizer que você vai enviar currículos de cinco páginas. De maneira geral, seu currículo deve ter no máximo duas páginas. No entanto, não use duas páginas somente para deixar o seu currículo mais longo. Também, não elimine informações do currículo para enquadrá-lo em somente uma página.

12) Objetivo profissional pouco claro

As empresas prestam atenção aos objetivos profissionais, mas às vezes se deparam com frases vagas como: “procuro um desafio que ofereça crescimento profissional”. Seja bem específico, e mais importante, enfoque as necessidades de ambas as partes. Por exemplo: “Analista de marketing com foco em ações para aumento de vendas”

13) Excluir informações relevantes

Você pode pensar em excluir do seu CV alguns empregos que você teve para pagar sua faculdade, por exemplo. No entanto, as qualificações aprendidas nestes empregos (ética de trabalho, pontualidade) podem ser mais importantes do que você pensa. Somente detalhe as últimas 3 experiências profissionais, mas faça menção a tudo mais que for relevante para aquela vaga específica. Por exemplo: se você está buscando uma vaga de gerente de marketing, mas no início da sua carreira atuou como vendedor, pode ser interessante colocar essa informação, pois você demonstrará conhecimentos sobre o resultado das ações de marketing nas vendas da empresa.

14) Currículo mal formatado

Se o seu currículo estiver mal formatado, você pode criar dificuldades para o recrutador. Mostre seu currículo para várias pessoas antes enviá-lo. O que elas acham da formatação? Se estiver visualmente poluído, é melhor revisar.

15) Dados de contato errados

Esse erro é muito comum: esquecer de atualizar os dados de contato – telefone e email. Sempre que possível, indique mais de um. E de preferência, telefones que possuam secretária eletrônica. Não confie em recados. Imagine uma criança anotando o telefone daquela entrevista que você está esperando a meses… Confira duas vezes até os pequenos detalhes – antes tarde do que nunca.

6 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

purchase Metformin Generic Metformin No Prescription cheap Azithromycin